14 de novembro de 2013

Resenha: Bruxos e Bruxas - James Patterson e Gabrielle Charbonnet


"Bruxos e Bruxas" foi a minha última compra junto com "A garota que eu quero" (resenha em breve) em uma promoção clássica do Submarino. Fiquei indignada que não veio bem protegido (nem plástico bonha tinha), mas felizmente os livros chegaram perfeitos. Mas vamos ao que interessa: 

Bruxos e Bruxas é um livro de James Patterson e Gabrielle Charbonnet pela Editora Novo Conceito (a logo da editora ficou perfeita nesse livro). A capa é linda e chama  muita atenção. Veio com uma mini-jacket (se é que posso chamar assim) que eu gostei muito, deu um ar mais perigoso no livro.

Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Ano: 2013


Sinopse: No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.



Vamos começar com as partes boas: Amei a capa, na verdade foi ela que me fez comprar o livro por que eu nem tinha lido a sinopse ainda. Pra mim esse lance de bruxos é algo novo já que esse é o primeiro livro sobre o tema que eu leio e confesso que esperava algo bem diferente, mas já que estamos falando das partes boas o que mais me agradou no livro foram as falas sarcásticas da Wisty que davam uma certa graça no livro. A escrita também é super fácil e nada de nomes complicados que normalmente vemos por ai, só o nome dos protagonista que são bem parecidos e me fizeram ficar um pouco perdida no início pra saber qual capítulo quem narrava, mas depois de algumas confusões consegui me acostumar.

Agora aos pontos negativos eu tenho uma listinha um pouco maior do que o esperado, comecemos pela ideia do livro. Quando pensamos em Bruxos me vem algo mais sério, uma história com mais emoção, conflitos, poderes interessantes, mas nesse ponto esse livro me decepcionou, mas calma que eu vou explicar. No início do livro os personagens não sabiam que possuíam poderes e muito menos que existia todo esse mundo de bruxaria, sendo que o autor fez com que eles se acostumassem muito fácil com a ideia de que podiam pegar fogo do nada e isso me incomodou um pouco. 

Outro ponto que eu fiquei esperando um toque a mais foi o Whit. Apesar dele narrar alguns capítulos o centro das atenções era sempre a Wisty, tanto que eu nem sei ao certo o que ele pode ou não fazer e eu senti falta dele em determinadas partes.

Se eu estivesse no lugar deles eu estaria morrendo de medo, não querendo acreditar no que estava acontecendo, mas eles não. Tudo bem, não 100% mas eles lidaram com aquilo com uma facilidade sem tamanho e apesar de algumas falas que demostravam preocupação eu não sentia que eles realmente estavam focados nisso ou com medo de algo dar errado.

Senti falta de saber mais sobre os bruxos, eles não estavam curiosos pra saber coisas sobre esse mundo que eles nem conheciam, mas eu fiquei cheia de perguntas e espero muito que no próximo livro eles possam se aprofundar mais em detalhes sobre os poderes e os submundos.

Apesar dos pontos negativos, eu gostei do livro. É bom, só não é o que eu esperava e por isso dei 4 estrelas.


O próximo livro da série se chama "O Dom", deem uma olhada:


Fiquei um pouco intrigada com essa capa, por que só tem um rosto saindo das chamas e pelos traços parece uma mulher. Será que o Whit ficará mais apagado ainda nesse livro? Será que ele estará nesse livro? Espero que sim.


Sinopse: Os irmãos Allgood nunca desistem de lutar contra os poderes autoritários e desumanos d’O Único Que É O Único, mas, agora, eles estão sem Margô — a jovem e atrevida revolucionária; sem Célia — o grande amor de Whit; e sem seus pais — que provavelmente estão mortos... Então, em uma tentativa de esquecer suas tristes lembranças e, ao mesmo tempo, continuar seu trabalho revolucionário, os irmãos vão parar em um concerto de rock organizado pela Resistência onde os caminhos de Wisty e de um jovem roqueiro vão se cruzar. Afinal, Wisty poderá encontrar algo que lhe ofereça alguma alegria em meio a tanta aflição, quem sabe o seu verdadeiro amor... Mas, quando se trata destes irmãos, nada costuma ser muito simples e tudo pode sofrer uma reviravolta grave, do tipo que pode comprometer suas vidas. Enquanto passam por perdas e ganhos, O Único Que É O Único continua fazendo uso de todos os seus poderes, inclusive do poder do gelo e da neve, para conquistar o dom de Wisty... Ou para, finalmente, matá-la.

Quem ai já leu? O que acharam? Quer ler? Comentem.

Eu sou a Mariana Storck e até a próxima!



6 comentários:

  1. Olá Tudo bem! Visitei o seu blog e agora estou como seguidor se nãos e importa. Divulgue em meu twittter @ulissessebrian Obrigado e sucesso. E também tenho um blog gostaria que visitasse. Histórias empolgantes e que te emocionam. http://migre.me/dVvEK Ou http://truquedevida.blogspot.com.br/ https://twitter.com/ulissessebrian

    ResponderExcluir
  2. Eu tbm AMO essa capa! Confesso que eu fico super em dúvida sobre ler esse livro já que ouço comentários super negativos dele, mas fico muito curiosa pra saber a história! Adorei a resenha (:

    bjs,
    Samira
    http://spoiledonbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, por que tem um monte de livro que eu gosto que a maioria não gosta então vale apena ter a sua opinião mesmo...

      Beijo!

      Excluir
  3. Mari adorei sua resenha, menina que pena que essa história não foi melhor desenvolvida. O autor é tão maravilhoso que eu esperava mais elogios, mas enfim em breve poderei dar minha opinião pq ganhei o livro em um top comentarista.
    Parabéns pela leitura e resenha, seu post ficou lindo!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é uma pena mesmo, fui com muitas expectativas e não rolou :/

      Beijo!

      Excluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Editado por: Carolina Lopes • voltar ao topo