6 de novembro de 2013

Resenha: O Melhor De Mim - Nicholas Sparks


Para aproveitar a "onda" de Nicholas Sparks, trago-vos o romance que originará o filme:

  O Melhor de Mim.

Autor


Nicholas Sparks 31 de Dezembro de 1965) é um romancista americano. Viveu a sua juventude em Fair Oak, na Califórnia e vive atualmente na Carolina do Norte com a família. Foi premiado com uma bolsa de estudos da Universidade de Notre Dame pelos seus excelentes resultados e, em 1988, licencia-se em Economia. Curiosamente, o seu sonho era tornar-se atleta de alta competição, sonho de que teria de abdicar devido a um grave acidente. Iniciou-se a escrever enquanto trabalhava como delegado de informação médica e, mais tarde, surge Theresa Park, agente literária, que se propôs representá-lo, vendendo os direitos do seu primeiro romance, Diário de uma Paixão, à Warner Books. Com livros como A Última Música, Um Amor para Recordar e Querido John, Nicholas Spaks tornou-se bem conhecido no Brasil, agora com outros livros publicados pela Editora Novo Conceito e Arqueiro.

 
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 272
Gênero: Romance
 
Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim-de-semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre. Num romance envolvente, Nicholas Sparks mostra toda a sua habilidade de contador de histórias e reafirma que o amor é a força mais poderosa do Universo - e que, quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las.
"Eu lhe dei o melhor de mim e, depois que você foi embora, nada jamais voltou a ser o mesmo" 
Todos nós sabemos que os livros de Nicholas Sparks são bastante românticos, e muito sentimentais. Este livro não foge às expectativas, mas com um pouco mais de violência do que o habitual. É narrado na terceira pessoa e é repleto de questões de reflexão. Desta vez Sparks trouxe um lado diferente do amor, não o típico romance fervoroso, mas aquele puro de adolescentes. Mesmo depois de tantos anos separados, quando se reencontram ainda ficam pensando“ E se? “ E se?” “E se?”, o que nos leva a questionar as nossas próprias escolhas, os nosso caminhos na vida, e se tomamos certas decisões corretamente, será que falta alguma coisa? Será que poderia ter mudado algo? Tantos “será” e tantos “ se”… Uma coisa podemos ter a certeza, todas as decisões que tomamos levam-nos a caminhos que às vezes nem saberíamos que existiam, e mesmo quando parece que não foi o acertado, algo acontece que nos faz acreditar que teria acontecido de qualquer maneira, era destino.
"O amor é a força mais poderosa do Universo, e quando duas pessoas se amam, nem a distância nem o tempo podem separá-las"
O livro conta a histórias de duas pessoas totalmente diferentes uma da outra, sem qualquer conexão do ambiente em que vivem, mas mesmo assim são atraídos um para o outro e vivem um romance super puro e inocente. Claro que a vida nem sempre se dá ao luxo de seguir o curso que nós desejamos, por isso eles se separam, e anos mais tarde se reencontram devido a um falecimento de um amigo em comum.
Aí eles são designados para realizarem o último desejo de Tuck, onde irão passar juntos o fim-de-semana numa casinha encantadora onde Tuck vivia com a esposa antes de ela morrer. Sem dar spoiler, posso dizer que Dawson deu totalmente a Amanda o seu melhor o seu coração.
Agora leiam o livro para descobrir o como e porquê.


5 comentários:

  1. Será que só eu não gosto de ler Nicholas Sparks?
    Acho ele um ótimo escritor, suas histórias são sempre bem escritas e me comovem mas se pensar bem, ele é previsível pois sempre alguém tem que morrer nos seus livros x.x
    Quando alguma amiga minha diz que leu algum livro dele eu sempre pergunto: Quem ele matou dessa vez? kkk'
    Muito bom o post, bem esclarecedor ;-)

    Seguindo!
    http://vicioseliteratura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amo Nicholas Sparks, já li uns 7 livros dele, e fico sempre apaixonada pelos personagens. Na verdade todos os escritores tem certas "manias" em relação aos seus livros, e o Nicholas gosta de drama rsrs e então há sempre alguém que se prejudica nas suas histórias. Mas continua sendo um dos meus escritores favoritos.
      Obrigada =D
      Beijos

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Nunca fui muito fã de ler Romances Românticos e "O melhor de mim" foi um livro que li com uma certa insegurança por esse fato, mas acabei me apegando e me apaixonando Dawson. Cultivo um amor especial por esse livro ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dawson é um amor, assim como todos os personagens masculinos de Sparks, quero me casar com todos rsrs

      Excluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Editado por: Carolina Lopes • voltar ao topo