19 de março de 2015

Resenha: Até Você Ser Minha - Samantha Hayes

Fala Galera! Quem me segue no instagram (se tu não segue procura lá: @marianastk) sabe que eu simplesmente amei (estou pensando até agora naquele final) o livro "Até Você Ser Minha", lançamento de Março da Editora Intrínseca.

Editora: Intrínseca 
Ano: 2015
Páginas: 352
Adicione á sua estante no Skoob

Sinopse: "Até Você Ser Minha - A assistente social Claudia Morgan-Brown está prestes a realizar o sonho de sua vida: vai dar à luz uma menininha. Apesar da ausência do marido ao longo da gravidez – James é oficial da Marinha e fica semanas e até meses longe de casa –, ela mal pode esperar para segurar seu bebê nos braços após várias tentativas e perdas.

Porém, as diversas tarefas de Claudia, além da responsabilidade de cuidar dos gêmeos Oscar e Noah, filhos do primeiro casamento de James, deixam o casal preocupado. A próxima partida de James se aproxima, e eles decidem contratar uma babá.
Zoe Harper quer muito o emprego. Com as melhores recomendações, ela conquista os gêmeos e se muda para o lar do casal. Mas Claudia logo percebe que a mulher tem outros motivos para se aproximar da família. As suspeitas de Claudia se transformam em verdadeiro terror quando começa a ocorrer uma série de ataques brutais a mulheres grávidas na cidade. Imersos em problemas familiares, os investigadores Lorraine Fisher e Adam Scott são forçados a deixar suas questões de lado e correr contra o tempo para encontrar o assassino antes que ele cometa mais um crime.
Uma narrativa repleta de reviravoltas, Até você ser minha traz os desejos humanos mais intensos e mostra quão longe alguém pode chegar para conseguir o que quer."


Eu amo um suspense, mais em livros do que em filmes por sinal, então esse livro foi feito pra mim. É muito viciante e eletrizante. Samantha Hayes é um gênio e todos os personagens do livro são super bem construídos, além de cada um ter sua história pra contar.

Assumo que demorei um pouco para me adaptar a narrativa, pois ela é dividida ente três personagens: Claudia, Zoe e Larraine, cada capítulo é uma das três quem narra. Mas isso, ao mesmo tempo que me confundiu um poco, é bom, pois você entende melhor cada personagem. 

A trama te prende muito por causa dos personagens. Claudia é uma mulher que sempre sonhou em ter um filho e, finalmente, está grávida para realizar esse sonho. Ela já exercia esse papel de mãe quando se casou com James, um pai viúvo de dois menininhos gêmeos (e um tanto atentados). Como James trabalha na Marinha ele passa grandes períodos fora de casa e quando eles descobriram que a menininha chegaria logo em um desses períodos resolveram contratar uma babá. É aí que entra a Zoe, uma ótima babá, super recomendada pelos seus antigos patrões, e vou te falar: ela se dá muito bem mesmo com os gêmeos logo assim que chega no seu primeiro dia.

Paralelo a isso estão acontecendo alguns atentados na cidade contra grávidas prestes a terem seus bebês. E quem são os encarregados desses casos são os investigadores Lorraine e Adam, casados e pais de duas meninas. Como se não bastassem os problemas no trabalho, em casa, a filha mais velha do casal, está tendo umas ideias não muito boas em relação ao seu futuro.

Do meu instagram @marianastk
A partir desse início que a história se desenvolve, não posso contar muito por conta de spoilers indesejados. Mas tenho uma observação a fazer: todos os personagens esse livro amam Chá. Acho que não tem nenhum capítulo que eles não tomam chá ou pelo menos oferecem a bebida à outra pessoa. Não existe um suco, café, refrigerante, só chá. Não é nada relevante pra história, acho que aí se misturou um pouco do gosto pessoal da autora, mas quis contar isso aqui mesmo assim.

Sobre o final não tenho como dizer muito, pois como vocês são inteligentes que eu sei, vão logo pescar do que eu estava falando. Mas eu gostei de mais, e super encaixou com o resto da leitura, não deixou falhas. O melhor não achei nem o final, mas sim o epílogo, a última frase, de tirar o fôlego. E se você é daquelas pessoas que gostam de dar uma espiadinha na última página fica o conselho: não faça isso que estraga. Eu gosto sempre de olhar a última palavra antes de começar e não tive nenhum problema, mas se desse uma boa olhada na última pagina toda ia estragar a emoção (espero que esse aviso não seja do tipo "não pise na grama" que a maioria só ignora).

Um beijo pra vocês e não deixem de comentar, curtir e compartilhar essa resenha com seus amigos!

Eu sou a Mariana Storck e até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Editado por: Carolina Lopes • voltar ao topo