15 de janeiro de 2016

Resenha: Marianas: A civilização dos sonhos - E. Chérri Filho


Fala Galera, tudo bem?

Quando falamos de sereias o que vem na sua mente? Acho difícil montar um padrão sobre o que esses seres fantásticos são, cada autor ou diretor de cinema aborda de uma forma diferente. Alguns filmes retratam como seres enganadores, malvados, outros como bons e de coração gigante. Em Marianas, no entanto, vemos os dois lados da moeda.

Editora: Giostri editora
Ano: 2014
Páginas: 260
Autor: E. Chérri Filho
Adicione á sua estante no Skoob

Sinopse: "Como se estivesse dentro de um invólucro transparente, a cidade fica submersa no mais profundo oceano e protegida das sujeiras oceânicas e animais indesejáveis. Dentro desse invólucro vivem os Ariatas em família e comunidade. Quando de semana em semana é aberta a comporta e enche sobremaneira a cidade dos sonhos. Então se distribui cristais, algas, e as famosas bolhas coloridas emitidas pelos residentes da cidade"


A única referência que tenho sobre sereias é o filme "A Pequena Sereia" e a série "H2O Meninas Sereias" (saudades pré-adolescência), mas nesse livro não é nada parecido com esses dois casos. Conta a história de um pesquisador, Jeremy, que é fascinado por este mundo submerso e que acredita existir vida nas profundezas do oceano. Em uma de suas aventuras ele vai tão profundamente  no oceano que desmaia sendo salvo por, nada mais, nada menos, que uma sereia chamada Lícia. Ela o leva para a cidade dos Ariatas Azuis escondido, pois os Ariatas não tiveram uma relação agradável com os humanos no passado, fazendo com que fosse proibido que voltassem a descobrir o seu mundo.

Além desse caso de um humano na cidade dos Ariatas, eles têm que enfrentar outro problema: os Ariatas Vermelhos, ou Vermes, se preferir. O líder dos vermes quer dominar todo o oceano e acabar com os Ariatas Azuis e pra isso possui um espelho que com ele consegue controlar toda criatura que vive no mar, porém possui uma fraqueza: é apaixonado pela jovem Lícia. Vou me ater a esses fatos pra não dar spoiler.

"A força é a falta de medo para lutar. A sabedoria é a falta de medo de não lutar"
- Capítulo 9

Recentemente andei pesquisando por livros e filmes que falavam sobre as sereias e essas vidas no fundo do mar, mas encontrei pouquíssimas coisas e fiquei bem animada quando jornalista E. Chérri Filho me contou do seu livro (ainda mais com um título lindo desse rs).

Como o autor é um jornalista não temos dúvidas que a escrita é perfeita e a história muito bem amarrada. Pra tudo se tem uma explicação e a forma como a vida dos personagens se cruza no decorrer da trama é fantástico. Só senti falta de se aprofundar mais na vida dos personagens, saber mais como era a personalidade de cada um antes desses acontecimentos todos. O que não tem como reclamar são as explicações sobre como funciona esse "mundo" no fundo do oceano, (era o que eu mais estava curiosa pra descobrir) suas políticas, como vivem, como são administrados e essa perguntas foram todas muito bem respondidas.

Os Ariatas enfrentam muitos problemas no desenrolar da história, dá até pena, o leitor fica com o coração na mão e parece nem ter mais jeito pra eles. O final é bem bonito, mas triste. E ainda tenho esperanças depois de ler aquele epílogo, quem leu sabe do que estou falando rs.

A edição está linda, a capa é um show, folhas amareladas, fonte, espaçamento, tamanho... tudo que facilita na hora da leitura, então fica a dica pra você que curte fantasia, conhecer mundos novos e livros nacionais.

Até a próxima!

Curta nossa Page no Facebook  ❤  Siga-nos no Instagram  ❤  Inscreva-se na Tv Portão Azul

Um comentário:

  1. Oi,
    Que capa mais linda!!! Confesso que também pensaria em algo próximo a "pequena sereia" por não conhecer o livro nem o filme. Fiquei bastante curiosa!
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Editado por: Carolina Lopes • voltar ao topo